"A história é a filosofia inspirada nos exemplos."
Dionísio de Halicarnasso

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Professor Mendonça

José Vicente de Mendonça (Rio Vermelho, 19 de julho de 1897 – Itambacuri, 19 de junho de 1965) foi um professor, escritor e jornalista mineiro.

Trajetória: Rio Vermelho, Diamantina e Belo Horizonte

José Vicente de Mendonça nasceu na cidade de Rio Vermelho, interior do estado, no dia 19 de julho de 1897. Seus pais eram Eustáquio Fernandes Mendonça e Idalina Rosa de Jesus.

Ingressou na escola primária no ano de 1903. Em 1908, após terminar o curso, foi para o Seminário Episcopal de Diamantina, onde ficou por 3 anos e concluiu o colegial. Foi colega de classe do general Olímpio Mourão Filho e contemporâneo do ex-presidente Juscelino Kubitschek.

Depois deste período, deu seqüência aos estudos em Belo Horizonte no Instituto Claret (hoje Colégio Claretiano Dom Cabral), sob a direção dos padres Salesianos. Ao término dos estudos na capital, voltou para Rio Vermelho.

Na cidade, trabalhou como professor em escola primária. Foi o criador do jornal “O Rio Vermelho”. Em 1914, fundou a Biblioteca Pública Padre Câmara.

Sempre envolvido em atividades culturais, o professor era também poeta e fundou o Grêmio Literário em junho de 1917. Neste mesmo ano, no dia 26 de agosto, foi encenada a primeira peça teatral escrita por ele.

É o autor da letra do hino da cidade de Rio Vermelho e escreveu um livro intitulado Minha Terra.

No dia 21 de abril de 1918 casou-se com Raimunda Augusta da Cunha, com quem teve os filhos Antônio Augusto de Mendonça (Tó de Mendonça) e Maria Aparecida da Cunha Mendonça

Em 1920 fundou o Clube Tiradentes. Criou a Comissão Pró-Vida em Rio Vermelho e a Comissão Pró-Distrito em Serra Azul de Minas.


Itambacuri

Professor José Vicente de Mendonça chegou a Itambacuri no ano de 1924, a convite de Dr. Pedro Autran - então chefe do executivo municipal. O objetivo era que ele ajudasse na organização jurídica e administrativa do recém-criado município.

Tornou-se o primeiro funcionário nomeado para a Câmara Municipal, através da Portaria nº 01 de 18 de maio de 1924. Em seguida, foi nomeado membro do Conselho Escolar – Diretor da Secretaria da Câmara e Professor.

No ano de 1925 foi para a cidade de Paulistas, onde trabalhou como professor e farmacêutico, voltando para Itambacuri em 1926.

Professor Mendonça trabalhou por mais de 15 anos no Colégio Santa Clara, onde lecionou Português, Latim, Francês e História. Além do magistério, atuou em várias outras áreas – incluindo participações importantes na administração da cidade. 
Prof. Mendonça no Colégio Santa Clara.
Era também músico, foi Sub-Coletor, Escrivão de Paz e Tabelião de Notas. Foi presidente da primeira mesa preparadora para a fundação da União Operária de Itambacuri e secretário da Junta de Alistamento Militar.

Foi o fundador dos jornais O Itambacuri e A Sentinela. O primeiro circulou quinzenalmente entre 1927 e 1938, sendo o único veículo noticioso da cidade na época. Anos depois, o jornalista Guira Marques retomou a produção do jornal. Já A Sentinela começou a circular a partir de 1º de março de 1951 e teve curta duração. Foi criado com o apoio de Ildeu Esteves Guedes e Serafim Ângelo da Silva Pereira.

Presidiu a Terceira Diretoria da Conferência Vicentina Nossa Senhora dos Anjos, cargo que exerceu de 6 de março de 1927 a 19 de junho de 1949.

O professor José Vicente de Mendonça faleceu no dia 19 de junho de 1965, aos 67 anos. 

Homenagens

Uma das homenagens ao Professor Mendonça foi prestada através da lei nº 54/61, de 11 de julho de 1961, que deu seu nome a uma rua de Itambacuri. A proposta foi apresentada pelo prefeito Dr. Firmato, na primeira gestão. Informalmente a via também é conhecida como “Rua das Sete Casas”.

O antigo Ginásio também registrava uma homenagem. Tinha o nome de Pio XII, mas depois passou a ser Escola Estadual Professor José Vicente de Mendonça. No entanto o Ginásio foi fechado há alguns anos, dando lugar a uma escola particular.

Fontes

- Jornal O Itambacuri, Ano I, edição nº 3, de 11 de outubro de 1978.
- PEREIRA, Serafim Ângelo da Silva. Itambacuri e Sua História – Volume II. Edição Independente. Belo Horizonte, 1991.
- PEREIRA, Serafim Ângelo da Silva. Itambacuri e Sua História – Volume III. Líthera Maciel Editora Gráfica Ltda. Contagem, 1999.
- Revista Itambacury Ano 100. Edição comemorativa independente. Itambacuri, 1973.
- Benfeitores de Rio Vermelho. Página da Prefeitura Municipal de Rio Vermelho.
Disponível em: http://www.pmriovermelhomg.com.br/index.php?pg=historia&pgn=4. Visitado no dia 8 de novembro de 2011.

2 comentários:

  1. Em 1940 o Professor José Vicente de Mendonça participou do IX Congresso do Instituto Brasileiro de Geografia, no Paraná, com um trabalho denominado "O município de Itambacuri".

    http://www.cantacantos.com.br/revista/index.php/rbg/article/viewFile/649/591

    ResponderExcluir
  2. Fantástico! quem é o autor deste blog?

    ResponderExcluir